Livraria Lello volta a ler e a ser lida

Depois de ter fechado, logo a seguir ao seu 115º Aniversário, a casa dos livros, dos leitores e dos autores reabre portas hoje, com entrada livre.
Reabertura da livraria

Encarar o futuro com confiança. É exatamente com uma enorme sede de futuro que a Livraria Lello volta a abrir hoje, pelas 10h30, oferecendo entrada livre. Depois de ter fechado portas dois dias após as comemorações do 115º aniversário, a Livraria Lello reabre, agora, como ator essencial do desconfinamento planeado pelas autoridades governativas e sanitárias que honra o bem também essencial que lhe dá razão e ser: o livro.

Tal como no dia do aniversário, a Livraria Lello irá abrir com entrada livre para todos os leitores, uma forma de contribuir para que a confiança renasça, para além de ser a prova de como “um futuro para as livrarias” não só é necessário, como é possível e pode e merece ter sucesso.

Dois meses após o confinamento que ditou o encerramento ao público de todos as livrarias portuguesas, a Livraria Lello prepara-se para reabrir as portas de uma casa que, segundo a presidente do Conselho de administração, Aurora Pedro Pinto, “é dos livros, dos leitores e dos autores”. “Sempre defendemos que os livros deveriam ser vistos como bens de primeira necessidade. Estamos preparados e muito felizes por voltar a abrir as portas aos nossos leitores e amigos”, congratula-se.

Cumprindo todas as normas de segurança sanitária da DGS, a Livraria Lello acredita que os livros desempenham um papel importantíssimo na saúde mental e na qualidade de vida de toda a população, ajudando-a a manter-se mentalmente sã e civicamente desperta, através das histórias que contam e das viagens que permitem fazer, imaginadas ou reais.

É tendo em conta essa missão, e num ato de coragem financeiramente oneroso compensado pelo serviço público que também assume, que a Livraria Lello abre portas, hoje, com o horário de funcionamento entre as 10h30 e as 13h00 e entre as 14h00 e as 17h30.

LER MAIS