LIVRARIA LELLO ENTRE AS TRÊS FINALISTAS INTERNACIONAIS CANDIDATAS A LIVRARIA DO ANO

LIVRARIA LELLO ENTRE AS TRÊS FINALISTAS INTERNACIONAIS  CANDIDATAS A LIVRARIA DO ANO

Apontada como “A Mais Bonita do Mundo”, a Livraria Lello é a prova de que nem só da beleza se faz o sucesso e é, agora, distinguida na shortlist das três livrarias mais criativas e inovadoras do mundo, concorrentes ao título de “Livraria do Ano 2020”.

"Foi especialmente gratificante estarmos entre as três nomeadas para Livraria do Ano, num ano tão particular como o de 2020", reage a administradora da Livraria Lello, Aurora Pedro Pinto. "Perante todas as dificuldades causadas pela pandemia da covid-19, assumimos como ainda mais fundamental a missão de pôr o mundo inteiro a ler e, a pensar nos leitores e nos autores, fizemos dos desafios inspiração, criando iniciativas que vão ficar para sempre marcadas na nossa história", explica.

Vendo-se obrigada a fechar portas durante cerca de dois meses e meio, durante o ano passado, a Livraria Lello abriu uma janela para a comunidade de leitores e, porque considera o livro um bem de primeira necessidade, ofereceu livros de alguns dos maiores clássicos da literatura universal, em sistema drive-thru, durante 30 dias. Naquele que foi o primeiro drive-thru livreiro do mundo, foram oferecidos mais de 10 mil livros. 

No mesmo período, lançou aquele que seria o concurso literário mais participado de sempre. Para promover a libertação através da escrita, em período de pleno confinamento, promoveu um concurso na área do conto que recebeu mais de 5600 candidaturas, provenientes de 39 países.  Os seis contos vencedores foram publicados no livro Contos da Quarentena, editado pela Livraria Lello em três idiomas (Português, Inglês e Espanhol).

"É uma honra podermos, através do nosso exemplo, inspirar outras livrarias em todo o mundo a reinventarem-se e reagirem com criatividade e resiliência às dificuldades que o setor livreiro atravessa”, enfatizou Aurora Pedro Pinto.

De acordo com Andy Ventris, diretor da London Book Fair, estes prémios, que vão já na sua oitava edição, destacam entidades e pessoas cujas ações melhor “demonstram a paixão que impulsiona a indústria editorial em todo o mundo”. “Livraria do Ano”, “Biblioteca do Ano”, “Editora de Audiolivros do Ano”, “Recursos de Aprendizagem Educacional”, “Iniciativa de Tradução Literária”, “Publicação Inclusiva” e “Agente Literário” foram as sete categorias a concurso. 

Entre os candidatos às diferentes categorias de prémios, atribuídos numa iniciativa conjunta da organização da Feira do Livro de Londres e da Publishers Association, existiam representantes de 15 países, sendo que a Livraria Lello foi a única entidade portuguesa selecionada.

LER MAIS