Compre um livro da nossa coleção e receba gratuitamente um Ticket-Voucher para nos visitar!
ENTRADA NA LIVRARIA LELLO O Livro ideal para Si

As redes sociais e os livros: uma visão otimista

As redes sociais e os livros: uma visão otimista
Por Literacidades

As redes sociais, e em particular o Instagram, representam um território privilegiado para que a proposta de uma maior atenção à leitura e aos livros possa chegar a mais pessoas de forma direta. A criação e divulgação de conteúdo literário são realidades que existem em Portugal há vários anos, mas que, nos últimos três anos, adquiriam uma visibilidade exponencial, despertando o interesse das editoras, dos escritores e, sobretudo, dos leitores. Sucedem-se os perfis de divulgação literária dedicados aos diferentes estilos, dinamizados por criadores de conteúdos com características heterogéneas e com propósitos diferentes.

Se alguns desses criadores mantêm a sua presença virtual como um espaço de lazer, a que se dedicam nos tempos livres, outros há, como o Literacidades, que o fazem de um ponto de vista profissional. E foi esta a principal mudança no paradigma da divulgação literária online: de uma fase inicial mais descomprometida, a atividade expandiu-se para a profissionalização, levando a que surjam produtores de conteúdo cuja formação e dedicação ultrapassam em muito a fronteira do hobby e que são agora levados em consideração da mesma forma que outros agentes de divulgação, no que ao incentivo à leitura e ao livro diz respeito.

Ao profissionalizar-se, a atividade de produção de conteúdo literário online ganha outra dimensão. Os leitores identificam-se com o tipo de propostas literárias que um ou outro produtor de conteúdo apresenta e sentem-se motivados a experimentá-las, interagindo durante esse processo com o produtor de conteúdos no sentido de dar também a conhecer a sua experiência com determinado livro.

Não acreditamos, no Literacidades, que uma estatística crua permita catalogar os hábitos de leitura. Nunca, como hoje, houve um número real (e não percentual) tão grande de leitores de livros. A alfabetização, a democratização do acesso aos livros e sobretudo a diversificação e a pluralidade das edições fazem com que quem atualmente queira ler o faça em liberdade e com uma gama de escolhas que não existia há vinte anos. A nossa perspetiva perante a leitura não pode ser outra que não a muito otimista.

Assim, na atualidade, as redes sociais e os produtores de conteúdo literário têm um papel determinante na captação da atenção dos utilizadores e agem no sentido de normalizar a leitura, mostrando as possibilidades que um livro traz a quem o quer ler.

SOBRE O AUTOR:
Literacidades é um perfil criado em 2019 por dois ávidos leitores, Álvaro e Ludgero, que procuram olhares sobre a Literatura, propondo uma visão dos livros inserida num espaço onde a diversidade de conteúdos e a interatividade com os leitores são os pontos essenciais. A sua página de Instagram ultrapassou já os 10 mil seguidores, tornando-se numa das mais relevantes em Portugal.