Compre um livro da nossa coleção e receba gratuitamente um Ticket-Voucher para nos visitar!
ENTRADA NA LIVRARIA LELLO O Livro ideal para Si

A biblioteca de um rei colecionador de livros

A biblioteca de um rei colecionador de livros

Quando falamos de Livro Antigo em Portugal é inevitável falar da história de D. Manuel II e da Biblioteca da Casa de Bragança. Verdadeiramente apaixonado por livros, o último monarca português foi reunindo obras quinhentistas que, mais tarde, compilou naquela que é considerada uma das melhores coleções de impressos portugueses do século XVI.

Tudo começou em 1919. D. Manuel II, exilado no Reino Unido após a queda da monarquia, decide escrever a história do rei, seu homónimo, na tentativa de esclarecer a problemática da expulsão dos judeus do século XVI. Nesse mesmo ano, contrata o bibliófilo Maurice Ettinghausen que fica responsável por encontrar os livros antigos de que necessitava.

A Implementação da República deu ao ex-monarca não só o tempo que precisava para recolher e analisar as obras, mas beneficiou também a recolha de monografias, manuscritos e documentos devido à dissolução de várias bibliotecas privadas. Um trabalho minucioso que valeu ao monarca uma posição nos lugares cimeiros da história portuguesa do livro, ao lado de nomes como Barbosa Machado e António Joaquim Anselmo.

A ideia de fazer uma coleção de livros antigos portugueses surge mais tarde, e tomou tais proporções que é necessário ir à Biblioteca Nacional de Portugal ou à Biblioteca Pública de Évora para encontrar acervos comparáveis em número. A biblioteca do último rei de Portugal, com mais de 30 mil exemplares, está, hoje, guardada no Paço Ducal de Vila Viçosa da Casa de Bragança e contém manuscritos como De bello Septensi (…) de Mateus de Pisano ou o Livro das plantas das fortalezas, cidades e povoações do Estado da India Oriental. Reúne, ainda, primeiras edições de 1526, como a obra atribuída a Fernão Lopes, e outras de Frei Luís de Granada e de Frei Heitor Pinto.

Na Livraria Lello, mais precisamente na Gemma, espaço que a Livraria dedica exclusivamente a Livros Antigos, Livros de Luxo, Livros Objeto e Manuscritos, é possível encontrar a primeira edição do catálogo que D. Manuel II organizou a partir da sua coleção particular. Livros Antigos Portuguezes 1489 – 1600, a mais completa bibliografia portuguesa dos séculos XV e XVI, foi lançada em edição bilingue português e inglês com uma tiragem limitada a 698 exemplares e inclui três volumes, os dois primeiros escritos pelo rei e lançados em 1929 e 1932. O terceiro volume, lançado após a morte do monarca, foi escrito pela sua secretária, Margery Withers.

Na sua próxima visita à Livraria Mais Bonita do Mundo pode ver e adquirir um dos raros e muito procurados exemplares desta obra de grande valor histórico, cultural e colecionístico que fará as delícias de qualquer bibliófilo. Convidamos também a uma visita à Casa de Bragança para conhecer, na primeira pessoa, a biblioteca do rei que colecionava livros.