José Eduardo Agualusa em destaque na Livraria Lello

No dia 23 de julho, pelas 21h00, a Livraria Lello recebe José Eduardo Agualusa para uma conversa intimista sobre a sua obra.
José Eduardo Agualusa em destaque na Livraria Lello
O mês de julho, na Livraria Lello, é dedicado a um dos mais importantes escritores em língua portuguesa da atualidade. No próximo dia 23, pelas 21h00, o autor premiado José Eduardo Agualusa estará à conversa com Tiago Dias, editor-adjunto de Cultura da Agência Lusa, no evento “Autor do Mês”. O momento será transmitido em direto na página de Facebook e no canal de Youtube da Livraria Lello.

Com uma carreira literária que ultrapassa as três décadas, José Eduardo Agualusa é autor de romances, contos, poesia, livros infantis, novelas e peças de teatro, traduzidos em mais de 30 idiomas. Uma obra amplamente reconhecida e premiada que brevemente chegará também ao cinema.

Teoria Geral do Esquecimento (2012) é um dos livros mais aclamados do autor e será adaptado para cinema. O romance vai dar origem a The Oblivion Theory, da realizadora palestiniana Annemarie Jacir, uma narrativa ficcional transposta de Angola para a Faixa de Gaza, durante a primeira Intifada (1987-1993).

Agualusa conta com um percurso de sucesso que se estende até ao mais recente romance, Os Vivos e os Outros. Escrito em novembro de 2019, o livro relata uma história com curiosas coincidências com a realidade. O escritor angolano imagina a Ilha de Moçambique, onde vive, isolada do resto do mundo. A história de confinamento foi terminada meses antes dos primeiros casos de covid-19, cuja pandemia havia de confinar o mundo. 

Uma carreira recheada de prémios

O primeiro romance de José Eduardo Agualusa, A Conjura (1989), recebeu o Prémio Revelação Sonangol, logo no ano do seu lançamento. Com Nação Crioula (1997) foi distinguido com o Grande Prémio Literário RTP. Fronteiras Perdidas (1999) obteve o Grande Prémio de Conto Camilo Castelo Branco da Associação Portuguesa de Escritores, e Estranhões e Bizarrocos (2000) recebeu o Grande Prémio Gulbenkian de Literatura para Crianças e Jovens, em 2002. 

Já em 2007, O Vendedor de Passados (2004) tornou-se no primeiro livro de um escritor africano a vencer o Independent Foreign Fiction Prize, promovido pelo The Independent, em colaboração com o Conselho das Artes do Reino Unido. 

A obra Teoria Geral do Esquecimento (2012) foi distinguida com o Prémio Fernando Namora, em 2013, foi finalista do Man Booker International, em 2016, e venceu o International Dublin Literary Award, em 2017. 

 
A obra de José Eduardo Agualusa em números:
  • 32 obras publicadas
  • 7 prémios atribuídos
  • 30 línguas em que a sua obra está traduzida