Uma parceria histórica

D.W. Pine

By D.W. Pine - Diretor Criativo da TIME

Passo a maior parte do meu dia a olhar para a capa da TIME no ecrã do meu computador, com a icónica borda vermelha a emoldurar um modelo em branco do InDesign de 8 x 10,5 polegadas. E embora o meu trabalho como diretor criativo da TIME seja dar vida aos nossos temas de capa, nunca tive a hipótese de os ver ganhar vida numa dimensão que ultrapassa a escala real.

Quando a Livraria Lello me propôs criar uma instalação em grande escala com capas da TIME, percebi que ia ser uma oportunidade maravilhosa. Não só por ser uma parceria com a Livraria Mais Bonita do Mundo, mas também por permitir ver os quase 100 anos de história da TIME em exposição.

A instalação “What Makes a Nobel?”, inaugurada a 1 de junho na Livraria Lello no Porto, Portugal, visa não só apresentar os vencedores do Prémio Nobel da Literatura através das capas da TIME, mas também aqueles escritores que “poderiam ter” recebido o maior prémio literário mundial.

Da pintura colorida de Ernest Hemingway pelo prolífico artista Boris Artzybasheff; ao retrato de Winston Churchill para a capa do Homem do Ano de 1941 pintado por Ernest Hamlin Baker; a uma foto de William Faulkner feita pelo fotógrafo da LIFE Eric Shaal – cada uma das capas com vencedores do Nobel salta das telas de quase dois metros de altura pairando sobre as estantes do primeiro andar da Livraria Lello.

"Cada uma das capas com vencedores do Nobel salta das telas de quase dois metros de altura pairando sobre as estantes do primeiro andar da Livraria Lello".

Iniciámos o projeto em dezembro de 2020, em plena pandemia Covid-19. Todo o planeamento e conceção foi feito virtualmente entre a equipa da Livraria Lello e a equipa da TIME – Skye Quinn, Lon Tweeten e eu. Desde o nosso primeiro encontro via Zoom, eu sabia que seria uma grande parceria, com o desafio acrescido de produzir uma exposição sem a possibilidade de trabalhar no local, devido às restrições da pandemia.

Passei muito tempo a examinar plantas arquitetónicas e fotos de um espaço onde nunca estive e, é claro, a pesquisar a história dos Nobel, antes de conceber a direção da exposição.

O Prémio Nobel de Literatura foi concedido pela primeira vez em 1901 ao poeta e ensaísta francês Sully Prudhomme. Em 1908, Rudyard Kipling foi o oitavo destinatário do prémio e foi o segundo escritor a aparecer na capa da TIME, em 1926. George Bernard Shaw recebeu o prémio Nobel em 1925, dois anos depois de aparecer na capa da TIME.

Ao investigar os arquivos da TIME com a lista de vencedores do Nobel, foi inspirador descobrir que 14 dos 117 galardoados com o Prémio Nobel da Literatura estiveram na capa da revista entre 1923 e 2020. Alguns deles fizeram capa várias vezes, incluindo Winston Churchill (seis vezes), o dramaturgo Eugene O'Neill (quatro), William Faulkner (duas) e Sinclair Lewis (duas).

Colocamos ainda na capa 14 escritores que poderiam ter ganho o prémio Nobel, de Tennessee Williams a William Shakespeare; de Mark Twain a J.R.R. Tolkien. A TIME tem destacado escritores e autores desde a sua edição inaugural em 3 de março de 1923, na qual existia uma secção de livros com grande relevância.

Este projeto traduziu-se ainda na oportunidade de criar uma capa da TIME para o escritor português José Saramago, vencedor do Prémio Nobel da Literatura de 1998. Decidi projetar um painel que replicaria o processo de seleção de um retrato para uma capa da TIME, posicionando a borda vermelha sobre a opção "selecionar".

Espero que as pessoas que visitarem a exposição tenham uma noção da história de grandes escritores – não apenas os ganhadores do prémio Nobel, mas aqueles que Livraria Lello considerou merecedores do prémio Nobel – e vislumbrem a importância que tiveram no século passado, através das capas da TIME.

E com sorte, algum dia, muito em breve, eu poderei subir aquela bela escadaria e olhar para as icónicas capas, numa dimensão que ultrapassa a escala real... certamente mais gratificante do que olhar para uma tela de computador.
 


SOBRE O AUTOR:
D.W.  Pine é o diretor criativo da TIME, responsável pelo design de uma das marcas mais icónicas do mundo. Nos últimos 20 anos, foi responsável por mais de 500 capas da Time, incluindo a Melhor Capa do Ano de 2019, atribuído pela American Society of Magazine Editors. Também em 2019, D.W. Pine foi considerado Art Director of the Year, pela Folio: Eddie &  Ozzie Awards.

O diretor criativo da Time consta, ainda, na lista dos Six Creatives You Should Know, da AdAge em 2018, e uma das 15 pessoas que definiu a cultural visual em 2018, pela Artsy. D.W. Pine dirigiu e desenhou mais de duas dezenas de livros, incluindo Obama's Inauguration, Haiti, Ted Kennedy, The 100 Greatest Places in History, Barack Obama: Eight Years, Your Digital Life: The Ultimate Users Guide and Inside the White House. Pine iniciou a sua carreira como jornalista desportivo no Atlanta-Journal Constitution, com mais de 1100 histórias publicadas.