L. Frank Baum, The Wonderful Wizard of Oz
Geo M. Hill Co. – 1900


Sinopse
Esta obra conta as aventuras de Dorothy e do seu cãozinho no estranho e mágico mundo de Oz. Pela estrada de ladrilhos amarelos – a Yellow Brick Road, de Elton John – rumo à Cidade das Esmeraldas, Dorothy encontra o Espantalho, o Lenhador de Lata e, por fim, o Leão Cobarde, e juntos descobrem as suas virtudes: a inteligência, o amor e a coragem. Uma das mais apreciadas histórias para crianças da literatura norte-americana, é um verdadeiro hino à amizade.


Biografia
Lyman Frank Baum nasceu na cidade de Chittenango, do Estado de Nova Ioque, em maio de 1856 e morreu em Hollywood, em maio de 1919. Foi ator de teatro, comerciante, jornalista e escritor. A sua obra mais célebre é O Feiticeiro de Oz, publicada originalmente em 1900, deu origem a uma grande produção de Hollywood com o mesmo nome, cuja personagem Dorothy foi interpretada magnificamente pela atriz Judy Garland (1922–1969).
L. Frank Baum escreveu igualmente uma peça de teatro, The Maid of Arran, um livro de poemas, By the Candelabra’s Glare, e diversas outras obras de fantasia, como por exemplo Dot and Tot of Merryland, American Fairy Tales, The Life and Adventures of Santa Claus e The Enchanted Island of Yew.


FunFacts
O LÁPIS
Baum emoldurou o lápis usado para escrever O Feiticeiro de Oz e pendurou-o na parede do seu escritório.

O LIVRO ESGOTOU EM DUAS SEMANAS
De acordo com o editor, a primeira tiragem de 10 000 exemplares esgotou em duas semanas, seguindo-se uma segunda tiragem de 15 000 exemplares e uma terceira de 10 000. O Feiticeiro de Oz manteve-se um bestseller durante dois anos.

OS SAPATOS DE DOROTEIA NO LIVRO SÃO PRATEADOS
A cor foi alterada no filme de 1939, protagonizado por Judy Garland, por se acreditar que o vermelho rubi funcionaria melhor em Technicolor.

BAUM FUNDOU UM ESTÚDIO DE CINEMA EM HOLLYWOOD
Baum fundou um estúdio de cinema em Hollywood, em 1910. Quando a indústria cinematográfica estava a dar os seus primeiros passos, Baum produziu alguns filmes mudos, mas não se tornaram populares, fechando o estúdio num ano.

ADAPTAÇÃO D' O FEITICEIRO DE OZ
Um dos filhos de Baum ajudou a escrever o guião da primeira versão cinematográfica d’ O Feiticeiro de Oz, em 1925.

A carregar
A carregar
Este site usa cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao prosseguir estará a consentir a sua utilização.            
Ver Mais